sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

O 1º Dezembro - A Restauração da Independência


A BE da EBIRP não podia deixar passar em branco esse acontecimento tão importante para o nosso País, e preparou um resumo com os principais acontecimentos desse episódio histórico, de modo a que os alunos possam relembrar e ou enriquecer os seus conhecimentos.


http://3.bp.blogspot.com/_ZVIRkrGR5Kw/TMgkAhw6q8I/AAAAAAAAAkU/PA7vqf7fT4k/s1600/d.sebastiao.jpg A morte de D. Sebastião, em Alcácer Quibir, no ano de 1578, sem deixar descendentes, levou à perda da independência de Portugal.

Filipe II de Espanha foi coroado rei de Portugal, nas Cortes de Tomar, em 1581, prometendo zelar e respeitar os usos e costumes portugueses. Os seus sucessores (Filipe II e Filipe III) não respeitaram as promessas levando ao descontentamento do povo português.

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/8/8f/Joao_IV_proclaimed_king.jpg/1200px-Joao_IV_proclaimed_king.jpgEntão, no dia 1 de dezembro de 1640, um grupo de 40 fidalgos entrou no Paço da Ribeira, onde residia a Duquesa de Mântua, representante da Coroa espanhola, e o seu secretário Miguel de Vasconcelos, e rapidamente executaram o seu plano. Da janela do paço proclamaram D. João, duque de Bragança, rei de Portugal.

Terminou, assim, após 60 anos, o domínio espanhol em Portugal. A revolução de Lisboa foi recebida com júbilo em todo o País.
Criado na segunda metade do século XIX, o 1º de dezembro é o feriado civil português mais antigo.

   
   

        

Sem comentários:

Enviar um comentário